terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Palavras Abortivas de Fim de Ano

Enquanto o ano novo não chega penso no meu ano velho. Que completa seus 365 dias de vida e se acaba. Quando era mais novo, um, dois dias atrás pensava que seria eterno. Pensava que viveria para sempre. Pensava que podia voar e que iria mudar o mundo. O ano se acaba e percebo que não cumpri minhas metas e me desiludo do futuro.
Mas espera um pouco, sou Sancho Pança. Não sou o Dom Quixote que fica se lamentando ou o Dom que escurraça a todos, nem a Dulci, porque eu...porque, porque sou homem oras.
A tv me ensinou que hoje é um novo dia de um novo tempo que começou. Oras, que começe o tempo do riso então. Chega de tristeza, chega de lamúria. Que venha um ano totalmente novo, zero quilometro e totalflex e que a gente possa se frustrar com ele novamente, falando dos dias quentes demais ou frios demais. E também, realizar ou não o que teremos prometido. Que 2009 seja um ano em que os feriados caiam em dias de semana e de preferência em dias que tenham como a gente os imendar, prolongar. Deus salve a América, porque ela está fudida. Deus salve os encalhado, os repetentes, os preguiçosos, as pessoas sem sal, os textos ruins, os diários que são chamados de blogs. Que o ano novo comece com festa e eu quero na real que o Dom se exploda o que você vai fazer comigo a mais de 3.000 km de distância.
Felicidades a todos. Se eu não postar mais procurem na sessão de óbitos. Mas fiquem sabendo que se eu morrer hoje morro feliz. Amo você feliz ano novo.

sábado, 20 de dezembro de 2008

A caixinha mágica

A televisão me fascina. o padrinho de batismo do meu primo interpretou, nos anos 80, um palhaço boboca no SBT e as histórias que ele conta para meu primo sobre o mundo da TV são incríveis, me dá muita vontade de trabalhar lá.
Não, pensando bem o onirismo da televisão me tira do sério, somente com a cena da personagem escorregando pela porta aos prantos é que me identifico, o resto é fantasioso, não acontece na vida real, eu durmo maquiada e acordo parecendo um panda, eu não converso com as minhas amigas segurando uma embalagem de condicionador e não sou a pessoa mais feliz, com a família mais perfeita ao comer um pão com margarina.
A televisão é ridícula.
E o telefone do padrinho do meu primo é 011 - 236-0873.

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Eu me vou me, mas a saudade

Graças ao Bom Deus de todos nós é hora de arrumar as malas e voltar para minha casa, sei que será por pouco tempo, após o início do ano eu volto, mas só de pensar em rever minha família, meu filhos já fico todo emocionado e eufórico.

A saudade as vezes dói mais que um chute em uma quina ou quando você bate o cotovelo e dá aquele "choquezinho". Me disseram outro dia que a saudade incomoda mais que areia no calção, incomoda mais que vizinho são paulino depois que o time dele ganha do seu.
A saudade dura o tempo da distância, dura o tempo da espera, dura o tempo que o seu coração demora pra voltar a encontrar o coração que procura. Dom quixote, quando reclamei outro dia, disse que< só se tem saudade do que é bom e acho que ele tem razão. Se não morrer na viagem vou matar minha saudade...rá entendeu o péssimo trocadilho morrer/matar han han...

Só pra completar, queria dizer que tenho saudade de todos você que não conheço, a não ser por blog, boas festas e apareçam qualquer dia. A saudade manda lembranças.

sábado, 13 de dezembro de 2008

Por que não?


Muitos perguntam por quê?
Eu pergunto por que não?

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Quem somos nós - parte I

"Livros e solidão: eis o meu elemento." (Benjamin Franklin)

Dom: Sucintamente O corvo do Allan Poe, O homem mais rico da babilônia e os livros do Stephen King. Confesso também que sinto uma atração pelo livro Revolução dos Bichos.


"É claro que meus filhos terão computadores, mas antes terão livros."
(Bill Gates)

Sancho Pança: Volta ao Mundo em 80 dias e 20.000 léguas submarinas, do Julião, O cavaleiro inexistente, do Italo Calvino. Leio muita superinteressante e wikipédia e desciclopédia também.


"Em geral quando termino um livro encontro-me numa confusão de sentimentos, um misto de alegria, alívio e vaga tristeza. Relendo a obra mais tarde, quase sempre penso ‘Não era bem isto o que queria dizer’." (Érico Veríssimo)

Dulcinéia: Me lembro que li ainda pequena o livro do pequeno príncipe, e só mais tarde percebi que o havia lido com olhos de criança e não tinha entendido o real sentido. E queria destacar também o Mundo de Sofia, que li na minha segunda faculdade. Para completar clássicos nacionais.


"Amar apenas as belas mulheres e suportar os maus livros são sinais de decadência." (Joseph Joubert)

Dom Quixote: Sou apaixonado pelos de poesia, lógico, desde Camões até os mais atuais, tipo Fernando Pessoa. Me fascino com o que Machado de Assis escreve, se pudesse voltar no tempo, voltaria para acompanhar suas fases de perto e também jogar uma partida de xadrez com ele.

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

No fim das contas qualquer animal está valendo


Pensei na possibilidade de comprar um animal de estimação pra mim. Pelo menos nas férias para não me sentir muito só, já que as pessoas que moram comigo vão demorar para voltar. Mas o que comprar?

Pensei primeiro em um cachorro. O lugar aqui não é muito grande, mas cabe um desses pequenos. Contudo me lembrei o quanto acho aqueles cachorrinhos pequenos feios e com latidos ardidos, me refiro à maioria, me refiro ao que o meu dinheiro pode comprar e sustentar.

Depois me veio à mente um gato. Não vai fazer lá muito barulho e come pouco. Sem muita sujeira, aparentemente. Porém, me lembrei dos pelos e gato, já dizia minha avó, tem mau agouro, ou sei lá o que. Moral da história esquece o gato Dulci.

Beleza, cachorro já foi, gato já foi. Pássaros. É pássaros, parece ser uma boa...espera ai, pássaros? Acho que eles vão me fazer A companhia, a não ser que seja um papagaio. Mas acho que não vai dar certo mesmo assim.
Um hamster, chinchila, eu conheço uns garotos que tem um chinchila. Vi na MTV que um leão fugiu do circo e está nas proximidades. Um leão seria legal, e tem aquele peixe-cachorro da propaganda da Skol. Quem sabe um namorado já me serviria.

*imagem_http://uei2005.blogs.sapo.pt/arquivo/animais1.jpg

terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Blogs

"...Por que eu escrevo blogs?? Oras, porque..."

Uma situação inusitada aconteceu no meu trabalho, alguém descobriu que eu escrevo em mais de um blog, e me perguntaram o motivo de tal pluri-personalidade(não sei como se escreve, se o Dom Quixote ou o próprio Dom vissem isso, tirariam muito sarro), oras eu apenas tenho uma cara diferente todo dia que me olho no espelho.

Quero deixar claro a todos que me esforço para fazer o Sancho Pança nesse blog, embora seja muito divertido.
Queria dizer também que cada personagem é uma pessoa diferente. Somos amigos que depois de umas cervejas e muitas horas confessando decidimos criar o blog por brincadeira. Com idades diferentes, em locais diferentes, pessoas diferentes que vivem com o mesmo prazer de escrever e parafraseando Manuel Bandeira "queremos" antes o lirismo dos loucos, o lirismo dos bêbados.

Dei a idéia e todos concordaram. Vamos falar um pouquinho de nós nos próximos posts. Se tiver muito tedioso é só falar que a gente volta a escrever textos,rs. Abraços.

J.R. vulgo Sancho Pança

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

Você teria coragem???

video

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Pateticamente Estapafúrdio

Fui obrigado a assistir uma aberração de filme em um de meus preciosos dias que se passaram. Chamava-se O Fabuloso Destino de Amelie Poulain.

O filme é acentuadamente romântico/meloso, o que faz as mulheres, principalmente, se afixionarem por ele. Entretanto, de acordo com meu aprofundamento, percebi que o real motivo dessa adoração é porque a Amelie assim como a maioria das mulheres é sonhadora, contudo se esconde no universo dela, não deixando com que o resto do mundo alcance-a. E na sequência final do filme, Poulain libera-se de toda a amarra que a prendia e faz o que as mulheres que a assistem não faz. Tornando-se assim o filme favorito de muitas mulheres.

Pateticamente Estapafúrdio.

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

STOP com a letra C

POSTAGEM PARA(mais alguns)DIAS COM CHUVA

Nome: CARLOS
Animal: CACHORRO(DISCUSSÃO ON, QUE VOCÊS ACHAM VALE CÃO, CACHORRA, CADELA, ETC.??)
Carro: CORCEL
Fruta: CAJU
Cor: CINZA
Cidade, Estado ou País (CEP): CÚ BATÃO
Minha Sogra é: CACOFÔNICA
Blog (não vale o que você tem): Contos de um Esquizofrênico

Gente ninguém perde, posta aí, só para brincar
enquanto chove lá fora, ok?!

domingo, 30 de novembro de 2008

Não adianta-me

Não adianta-me

fugir,
de mim mesmo ou de você,
E de novo remoer o desejo que tenho, ou não.
Remoer, a vontade que me faz mais uma vez, a você aludir.

Não adianta-me

viajar,
toda a espera, todas as árvores, o céu, o sol, as nuvens.
tudo o que passa pelas janelas
me remetem o seu olhar que brilhava ofuscantemente ao ver-me.

Não adianta-me

nem ao menos ir,
ao mercado, subir em árvores,
igrejas, universidades, ir ao lago
...pensar em dinossauros.

Não tem mais varanda em noite quente,
não tem mais juras de amor,
não tenho mais risos nem sorrisos.

Não adiante-me mais escovar os dentes,
quebrarei-os um a um aliviando a dor que o coração sente,
transparecente pelo sorriso, que ficou amarelo,
no dia em que nosso elo se rompeu e quase me convenceu
que não adiantava mais tentar.

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Que dia é hoje

Este não é mais um mero texto que lhe diz para aproveitar a vida ou algo parecido.É apenas um pensamento em relação ao dia de hoje. Comecei a questionar-me enquanto andava pela estrada, pois havia presenciado uma conversa nesses termos:

- Que dia é hoje?
- Um dia depois de ontem.
- Quarta-feira.
- O dia número 273 do ano.
- Putz, obrigado gente, eu só queria o dia do mês...

Era uma pergunta e foram 3 respostas. Respostas certas, diga-se de passagem. Mas não era o que o interrogador desejava saber.

Hoje pode ser o dia da mudança, pode ser o dia da vitória, o dia da morte de uma vida, ou vida de uma que estava morta. Hoje pode não acontecer nada. Hoje pode ser o dia número 322 do ano. Agora vou dormir e amanhã, antes de repousar novamente saberei que dia foi o hoje.

quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Saiu assim

Hoje eu só quero escrever, sem importar-me com o que sairá.
chega de metrica rima acento ou virgula.

Com muitos pontos descrevo meu dia.
Minha vida. Sempre limitada. Sempre medida. Sempre cuidada por muitos olhares.
Por que. Não. Posso. Me. Cuidar. Sozinho.(qual o sentido real dessa frase?)
Por que tenho que provar muitas coisas aos outros. Como diria meu professor de literatura da escolar citando sei la quem " estou farto desse lirismo comedido que pára e vai averiguar no dicionário o cunho vernáculo de um vocábulo ", oras o que é cunho vernáculo. eu não entendi nada na aula. Só hoje me dou conta da angústia de existir e do ódio à regras, foda-se a exeção.

Todos ficam nervosos uma vez até o Hulk. Não, eu não estou verde.
Não, não estou nervoso. Só falei coisas sem nexo que deveriam sair.
Bipolaridade é para essas coisas.

sábado, 22 de novembro de 2008

Minha epopéia para sair

Gente socorro!!!!!!!!!!
Hoje, sábado, O Sábado. Aquele, em que você vai sair com a pessoa que pode ser o pai de seus filhos, me entenderam, né?! Abro o armário e chego a infame conclusão que não tenho roupas para sair.

Camiseta branca, estampada, camisete, blusinha, com jaqueta ou sem, não está frio, mas vai que chove. Não aguento isso, quando estou muito anciosa, nada me cai bem, nada me convence de que vale a pena usar.

Calça jeans, corsário, shortinho, saia, curta ou comprida, não posso parecer velha nem muito oferecida,... olha o vestido preto. Eu procuro causar uma boa impressão e mostrar quem eu reamente sou. Sei que a roupa não vale lá muita coisa e o que eles realmente querem é o que está por baixo, mas custa eu ir bem apresentada.

Tênis, sandália, scarpan, salto alto ou baixo, se a gente for andar muito tem que ser baixo, se não vou acabar com meus pés, mas eu sou mulher e não sinto dor no pé já dizia minha tia, encalhada que aos 40 teve que amputar os pés. Espera, eu nem sei para onde vamos, e nem sei se vamos, acho que não vou mais. É isso, não vou.

Mas eu vi o filme da Amelie o outro dia e o homem dos ossos de vidro olhou para mim e disse que eu não poderia ter medo,...ai meu Deus a campainha.

- Oi, tudo bem?
- Tudo, você chegou cedo, hein!?
- Eu mudei de idéia e trouxe uns filmes pra gente assistir, topa?...

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Dom Quixote II - O Retorno

Há tempos não enfrento gigantes, há tempos não pratico atos heróicos, há tempos me distraio na, monótona, rotina do cotidiano.

Certa vez, andando pelas ruas perdidas de meu vilarejo, uma senhora pede-me para ajuda-lá a abrir o portão, eu o faço. Ela pede-me então, para olhar se "o portão dela está com as rodinhas no trilho", eu de passivo pedestre passo a ser um ativo "arrumador de portão"? Nada contra os "arrumadores de portão", mas eu sou um herói e tenho saudade dos desafios contra exércitos.

Ontem ainda lembrei de quando duelava com serpentes venenosas assassinas. O que eu estava fazendo? Desatando nós de um belo escapulário.

Contudo a falta que sinto de grandes duelos não supera um: obrigado, Deus te abençoe e outras boas palavras que recebo após pequenos atos.

Quem sabe estou numa nova fase de heroismo?!
Quem sabe devo voltar para Dulcinéia e viver uma vida pacata contando meus feitos em blogs desconhecidos!?
Quem sabe devesse arrumar uma capa e por a cueca por cima das calças?!

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

A andar

A vagar sem rumo pelas paisagens mais estranhas me deparo com um cara,
me pergunto de onde vem a calma, repara
ele anda devagar, anda e quase para.

Com todo o sangue que jorra ao seu redor, pela ganância e falta de amor
o andarilho solitário continua com calma, sem furor
ele segue, ainda devagar, segue meio torpor.

Sem mais nem menos ele pára e repara noutro cara,
que por falta de amor segue meio torpor, sem furor.

É minha semelhança, minha imagem. Há um tempo atrás me reconheceria.
Hoje não mais. Me diz o que é o sossego, o sufoco?
Ah vai andarilho, continua seguindo sem rumo deixa que eu me preocupo mais uma vez comigo.

segunda-feira, 17 de novembro de 2008

1.25

Hoje marca-se nos calendários 17 dias do mês de Novembro, uma data muito feliz para quem nasceu ou nasce hoje.
E não tão feliz para quem morreu ou morre hoje, meus pêsames se você partiu ou parti dessa pra melhor.

Analizando antigas anotações lembrei-me que hoje é:
  • Dia da Criatividade
  • Dia Internacional do Estudante
  • Dia Internacional do Não-Fumador/Fumante.
Infelizmente não tive idéia nenhuma para vos escrever, infortúniamente também não estou nenhum pouco interessado nos estudos.

Pelo menos me encaixo na terceira data, que não é lá muito empolgante . Contudo, pesquisando descobri que dos 1,25 bilhões de fumantes no mundo, mais de 30 milhões são brasileiros,segundo o Laboratório de Microbiologia de Alimentos/DCTA/FAEM/UFPel.

- Só mesmo tú pra escrever sobre todas essas coisas, ninguém mais pensaria nisso. Como você sabe disso Dom Quixote?
- Eu pesquisei, era um tema novo pra mim,não consigo ficar longe dos estudos.
- Fostes criativo sabias?Deve ter estudado muito para falar dos fumantes...



sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Faça Valer

Fim de Semana chegou...
Vamos fazer valer, aproveitem ao extremo, bjos


video

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

STOP com a letra A

(POSTAGEM PARA DIAS COM CHUVA)

Nome: ASTROGILDO
Animal: ANTA
Carro: ASTRA
Fruta: AMORA
Cor: AZUL
Cidade, Estado ou País (CEP): ÁFRICA DO SUL
Minha Sogra é: AMARGURADA
Blog (não vale o que você tem): ASNÁTICO (ihihi)

terça-feira, 11 de novembro de 2008

Aind bem que sou negro

O Presidente Obama me fez pensar e continuando a sequência acho que ele será o melhor dos presidentes.

Presidente - Obama
Jogador de Futebol - Pelé
Fórmula 1 - Hamilton
Corrida 100m - Usain Bolt
Corrida qualquer distância - Um Negro
Golfe - Tiger Woods
Cantor Estrangeiro - Michael Jackson (já foi negro)
Cantor Nacional - Alexandre Pires
Ator Nacional - Lázaro Ramos
Músico - Ray Charles (Piano)
Músico - Jimi Hendrix (Guitarra)
Apresentadora - Woopy, Glória Maria
...........

Pense em alguma atividade se não houver um negro em primeiro lugar, é porque ele ainda não existe ou está se preparando. Lembra de mais algum??

Ps. Listados por famosidade e R$ ^^.

domingo, 9 de novembro de 2008

karaoke bar


A música mexe comigo de um jeito diferente. De um jeito único que só ela consegue.
Uma canção bem cantada, bem tocada pode mudar o humor de alguém. Isso acontece também com uma música mal cantada.

Dia desses fui convidada a ir a um karaoke bar. Fomos eu e minhas amigas, é o claro fim de carreira aquilo, mas é bem divertido. Muita gente exótica que gostava de cantar até 2, 3 ou mais da manhã estavam lá sempre fiéis, pela maneira que tratavam a garçonete.

Gostar de cantar é uma coisa saber cantar é outra.

Tinha gente que chega lá e pensava que estava abalando. Eu pensava somente no que estava fazendo lá. Eu gosto muito de música, mas não sei cantar e tenho consiência disso, agora tinha cada um lá que só por Alá mesmo.

Detalhe o que faz sucesso por lá são músicas que você tem vergonha de ver, ouvir e cantar em qualquer lugar, a não ser no karaoke bar, mas foi muito bom, ri muitooo.

*imagem botequimbar-borba.blogspot.com

terça-feira, 4 de novembro de 2008

Toda a poesia é para você

Dulcinéia, minha linda flor, queria mais uma vez expressar tudo o que sinto por você.

Eu te conheço mais do que qualquer um vai te conhecer e você sabe. Eu sei que você quer um homem que a leve até a praia, coloque as mãos sobre seus olhos só para que você possa descobrir a sensação da areia sob seus pés.
Sei que você quer um homem que te acorde de madrugada porque está desesperado para falar com você e não pode esperar mais nem um minuto pra descobrir o que você dirá.

Sei que muitas vezes falho, minhas viagens me impedem de estar sempre perto. Mas sei também que quando estivermos juntos teremos momentos difíceis. E eu garanto que, em algum ponto da nossa vida, um de nós, ou ambos, vai querer sair fora. Mas eu também garanto que se eu não te pedir para ser minha, eu vou me arrepender pelo resto da minha vida, porque eu sei no fundo do meu coração que você é a única pessoa pra mim.

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Crise Monetária, blá blá blá

Mais uma vez ligo minha televisão e ouço falar dessa tal crise monetária e blá blá blá.
Estou farto de tudo isso. Compreendo a situação nacional e internacional, contudo não queria eu ter que pagar pela incompetência de alguns pobres oriundos de mãe de vida fácil.
Corro risco de a qualquer queda brusca da bolsa perder toda minha opulência, magnificência essa que conquistei em minha vida, muito dura.

Morte a hipocrisia. Se o interesse move o mundo, se o dinheiro move o mundo, por que andamos por muitas vezes para trás?

Não finga ser comunista, sei que o dinheiro lhe atrai também. Me responda se poderia viver sem dinheiro? Viver sua vida livre de tudo o que te amarra nesse mundo, ou será para sempre escravo tempo??

domingo, 2 de novembro de 2008

Ray Charles, me salve das blogueiras


Meus caros, como tem passado? Escrevo para relatar o que vivi.


Tempo atrás na casa de um amigo meu tive o infortúnio (como diria Funéria) de presenciar a duas blogueiras conversando. Mulheres conversando já é complicado, agora imagine mulheres
blogueira. Tudo virava situação cômica do cotidiano. Se eu tivesse gravado podia ter postado até o fim da vida. Parecia humor stand up sabe?. Começou assim.


- Oi, tudo bem?

- Tudo bem. É complicado essa pergunta porque todo mundo responde tudo bem. Mas imagine se a pessoa se abrisse d verdade...

- É imagina se ela diz... (Viro assunto pra blog)


- Você quer pipoca?

- Não oferece pra ela não ela tem a perna oca

- Perna oca??....(Viro assunto pra blog)


- E é tipo aquelas crianças que a mãe diz que ela não gosta de tal comida e na frente dos outros ela come.

- Aham, eu era assim quando criança...(Viro assunto pra blog)


- Meu pai sempre brigava comigo porque quando a gente saia eu nunca queria fazer xixi em casa, mas quando estava na rua sempre queria fazer....(Viro assunto pra blog)


Esses foram apenas os primeiros 15 minutos...


P.s. Elas ficaram juntas por muitas horas, sorte que tinha o Ray Charles no filme para fazer com que elas ficassem quietas.


Obrigado Ray, não aguentaria postar tanto na minha vida.

sábado, 1 de novembro de 2008

Feriados


Estava tão feliz quando me lembrei que dia dois de novembro era feriado.
Fiquei tão triste quando me lembrei que dia dois de novembro era domingo.

Por que um feriado no domingo? Qual o sentido? Que fosse então no sábado, pelo menos eu não estaria trabalhando agora. (Estou no meu intervalo)

E por que feriado no dia de finados? Que medo que eu tenho desse dia, não consigo ir ao cemitério. Tanto santo tem dia e feriado e no dia de todos os santos não é nada. É apenas um sábado, no qual eu tenho que trabalhar o dia todo.

É uma falta de respeito com os santos. Queria deixar protocolado em três vias minha desaprovação. E quando eu morrer que eles se lembrem disso. Opa, quando eu morrer serei um dos finados também e terei um feriado só pra mim. Ai, confusão.

- Dulcinéia, o que faz em frente a esse computador pensando alto desse jeito?
- Feriado senhor. Estava pensando nos meus familiares mortos. Eu sempre vou no cemitério sabe e..
- Está bem, pare de chorar e volte a cuidar da loja.

Acabou o intervalo, beijinho para todos.

* imagem http://www.colegiobetelbrasileiro.com.br/calendarionov.jpg

Aniversário é bom?



Bom dia amigos, como estão?
Sabe tenho um aniversário para ir na semana que vem. É de um nobre da corte, de um reino próximo aqui. Mas ao ser convidado comecei a filosofar com esse tal de aniversário, seguem alguns dos meus questionamentos.

A gente vive 365 dias no ano. Por que apenas um merece festa? Se faltasse algum dos outros dias não seria aniversário, partindo do pressuposto que eu precisaria completar todos aqueles dias.

Para que festa? É um ano a menos de vida, ficamos mais velhos, mais próximos da morte. Isso não é bom.

Com os aniversários ficamos mais fracos, mais vulneráveis, mais doentes.

Quando chega esta data ficamos apreensivos pensando qual dos nossos amigos realmente lembrará de nós ou qual o orkut fez o trabalho sujo.

Feliz aniversário para você atrasado ou não.

"A vida é um milhão de novos começos movidos pelo desafio sempre novo de viver e fazer todo sonho brilhar."

* imagem minhazalma.files.wordpress.com/2008/05/aniversario.jpg

quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Sancho RS

Prazer a todos, queridos amigos e futuros amigos. Escrevo pela primeira vez e muito feliz para contar de uma de minhas andanças por esse mundo a fora.

Certa vez passeava pelos pampas a procura de boa companhia e cerveja. Parei meu cavalo em frente a uma boa taverna e um guri ainda pequeno amarrou meu cavalo. Entrei, bebi alguns drinques e comecei a dançar em cima da mesa, junto com aquelas belas dançarinas, ah! Ruth meu amor que saudade. Percebi que tinha alguns homens estranhos por lá, mas não me recordo de nada. No outro dia voltando a realidade me dei conta, tinha uma pendência exorbitante para pagar e não tinha dinheiro, minha única solução foi trabalhar. O dono da taverna tinha que construir uma parede, e eu ofereci meus serviços a ele. Enquanto isso, o guri do outro dia brincava com meu cavalo. Quando acabei não o vi mais, nem ao menos para agradecer por cuidar do meu cavalo.
Volta e meia me lembro dele, e de muitas outras viagens, onde será que está aquele guri.

http://g1.globo.com/Noticias/Brasil/0,,MUL843166-5598,00-CORPO+E+ENCONTRADO+DENTRO+DE+PAREDE+NO+RS.html

quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Prefácio

Resolvi esclarecer algumas coisas antes dos primeiros posts.

O blog está mudando de layout, de autor e dono para quem ainda não percebeu, o link do navegador também não mudou seu adestrador de cruzas estranhas. Quem dará as cartas apartir de agora serei eu, mas não escreverei. Escolhi a dedo, por sinal os três que ainda sobram-me na mão direita, os autores para esse devaneio. Por assemelharem-se à personagens conhecidos receberão seus nomes e deles será a decisão do que escrever. Dom Quixote, Sancho Pança e a nobre dama Dulcinéia.

Não faço questão de ter amigos, sou grosso as vezes. Tenho muitas plantações e crias. Não entrem em meu meu caminho. Obrigado.

quinta-feira, 11 de setembro de 2008

Jogo é jogo, top gear agora é realidade

Não entendo o poder que a música exerce sobre a minha vida, ela meio que ruma meus dias e meus sentimentos. Agora que eu tenho um telemóvel que toca mp3 minha vida mudou, ouço música em todos os momentos possíveis, todos mesmo. Isso faz com que eu enjoe mais fácil das minha músicas prediletas isso é ruim, mas pior que isso foi o dia em que eu baxei na comunidade discografias(propaganda) as músicas do jogo top gear, era um jogo que eu gostava muito quando criança, lá por 1994. E quando fui ouvi-lo me lembrei nostalgicamente de tudo aquilo que eu vivia antes, mas com a diferença de que agora eu posso dirigir, então alerto todos os que não tem certeza de que eu tenho um carro, uma moto ou qualquer coisa que anda a mais de 20 km/h, muito cuidado quando atravessar a rua.

terça-feira, 26 de agosto de 2008

Joselito 13,10

Bloggeiros voltei a escrever após um breve sumiço. Estava no Texas, sei que foi melhor para mim, precisava me recompor.
Agradeço por todos os que sumiram junto comigo, ou não, dos bloggs e afirmo: Voltemos a escrever histórias sem sentido, falar da vida alheia sem, citar nomes e colocar toda a nossa frustração e o peso da nossa indignação nas linhas retas de bloggs inabitáveis, e como está escrito lá em Joselito 13,10 que os jogos de bulica começem.

quarta-feira, 13 de agosto de 2008

1+7+7+1+3= insegurança

O medo me ronda, não consigo trabalhar em paz, não durmo tranqüilo, não respiro, mal sobrevivo. A espreita está quem me percebe, eu espero pelo ataque que será fulminante, sei será fatal
eu sei que não tenho chance, nem sei se vale a pena lutar. Mas sei que estou de pé agora e quando terminar vou tentar me reerguer. Não podemos se entregar para os homens, de jeito nenhum.

(causo interno).

domingo, 10 de agosto de 2008

Movimento Asnático

Geralmente a novidade ou invento recebe o nome de seu criador, então gostaria de batizar agora o Movimento Asnático.

Há bem pouco tempo atrás, estava lendo blogs e não sabia que horas eram, pois o relógio do pc estava sempre errado, decidi então por um relógio em meu blog, para que isso não acontecesse com os outros. Foi então que tudo começou.

A escolha do modelo, a cor, o formato das horas, tudo me direcionava ao modelo atual. Era básico e não chamava atenção. Até o dia em que o autor do blog asnático afirmou que meu relógio andava alguns segundo ao contrário. Estava feito o circo. Milhares de comentário no blog por dia, outros bloggeiros entraram para conferir, o canal online G1 veio cobrir o evento depois as tv's do Brasil e consequentemente todo o mundo.

O Movimento Asnático fazia mais sucesso que o movimento(efeito) borboleta ou movimento de evolução da lua, mais sucesso ainda que o movimento das funkeiras dançando o créu. O Movimento consistia no ponteiro maior voltar alguns segundos sempre que aberta a página, logo foram criadas especulações a respeito da viagem no tempo e muitas outra hipóteses einsteinianas e da vinda do Messias.

Eu só digo a você não perca muito tempo na Internet, ou nos meios de comunicação em geral, por mais interessantes e aficcionantes que eles sejam. Lembre-se que existem pessoas(humanas não virtuais) nas ruas que podem te proporcionar coisas melhores... E quanto ao Movimento Asnático, ele ainda está a acontecer sempre que alguém abre a página e analisa primeiramente o relógio com muita atenção, comprove a veracidade dos fatos se dúvida.

sexta-feira, 1 de agosto de 2008

...tudo isso

Estou farto de ao abrirem meu blog e se depararem com os textos, dizerem:
- Ah! Tudo isso...
Vou falar o que é tudo isso, você lê coisas bem mais inúteis no seu dia a dia e nem percebe.

A mesma placa que diz ATENÇÃO CRUZAMENTO PERIGOSO ou PARE
ou pior aquela que diz DEVAGAR PEDESTRE, você lê o nome da rua escrito
no poste da esquina, o nome da padaria, da farmácia e do mercado, sempre, antes de entrar. Você lê até o nome dos patrocinadores que tem nos banco da faculdade, mas nunca lembra
de nenhum depois, você lê o LG do seu monitor e até mesmo as três opções DESLIGAR,
HIBERNAR E REINICIAR antes de se despedir do seu pc.
Existem n coisas que você lê no seu dia a dia que não servem para nada assim como meus textos,
contudo se escrevesse tudo aqui você iria reclamar de que o texto é demasiadamente grande
para sua paciência, portanto encerro por aqui.

sábado, 26 de julho de 2008

Velhinhos Radicais

Reportagens de jornais e programas de tv sempre me fazem pensar. Esses dias assisti ao jornal de vários canais e todos noticiaram o mesmo estilo de reportagens: idosos que estão começando a viver a vida depois de muitas primaveras.Eles voavam de asa delta, andavam de skate, surfavam, faziam paraquedismo, rapel e muitas outras coisas que nem se eu tivesse bêbado faria(nota: não bebo).

Aí eu me pergunto, será que os velhinhos querem que a gente os ajude a atravessar a rua? Ou passam naquela velocidade porque a emoção é maior?? Eles realmente querem sentar nos ônibus ou preferem ir de pé com a adrenalina em alta e quem sabe até aquele vovô viúvo quer se aproximar de alguma moça??

Brincadeiras aparte, o homem moderno vive para trabalhar e não aproveita nada da vida, contudo só percebe que viver é mais importante que o dinheiro depois que já está velho e já não consegue usufruir desse bem da melhor maneira possível. Por isso, não espere o amanhã para viver, não espere ser rico para curtir a vida não espere pelo o amanhã porque ele pode não existir, (cuide da dosagem) e carpe diem.

domingo, 20 de julho de 2008

Será o Amor?

Vivemos em busca de algo maior em nossas vidas, de algo que nos complete, que faça com que sejamos ou tentamos ser sempre melhores.

O que vai me garantir o que é amor? O que vai me garantir que estou amando? O que vai me garantir que sou amado?

Quanto te vejo sem abrir meus olhos. Quanto te escuto em meio ao barulho. Quanto te sinto estando sozinho.

É só amar, amar, cada um por cada um por cada um? É esse o sentido?
Pra que vivemos, pensamos e agimos?

É estranho e não sei como explicar, mas isso não me importa
quero apenas viver isso e desejo o mesmo para você.

Se esforce para amar. Talvez esse seja o sentido.

quarta-feira, 9 de julho de 2008

Por que? I

Por que a gente quase nunca consegue cumprir nossas metas?
Por que as pessoas que a gente gosta têm que ir embora?
Por que é tão fácil resolver os problemas dos outros e os nossos não?
Por que as pessoas que a gente não gosta não têm que ir embora?
Por que existe vestibular? Para que prova? Exame? Quem disse que isso mede conhecimento?
Por que criança que brinca com fogo faz xixi na cama? E o que tem a ver andar de costa e a morte da mãe?
Por que a pessoa bebe pra ficar ruim?
Por que dinheiro?
Por que (mo)?

Por que? Por que ? Por que ?

Porque sim Zequinha.

segunda-feira, 7 de julho de 2008

HaH poesia!?

Ah!!! Poesias...
O que há nelas? O que existe fora delas?
Se elas pudessem falar comigo,
se pudessem me dizer o que fazer, não sofreria tanto.
Mas apenas eu, sou quem falo.
Sou eu quem respiro,
repito e revivo.
Sou eu quem está aqui, e agora leio essa poesia a pensar,
a pensar sobre poesia.
Rima, Prosa, Frente e Verso,
o ato reverso do agir, interpela-se com
o ponto perverso do existir, como se algo mudasse,
como se pudesse escutar o que elas me dizem.
O que existe em mim? O que existe fora de mim?
...Há Poesias!!!

sexta-feira, 27 de junho de 2008

Viver ou Existir

Me disseram que aproximadamente "70% das coisas que a gente pensa, vive ou diz tem a ver com a nostalgia do passado, 25% tem a ver com o planejamento e sonhos para o futuro e 5% com o presente".

No momento pensei que não poderia ser totalmente certo este conceito, mas com o passar do tempo comecei a refletir e percebi que a frase que foi referida a minha pessoa não estava totalmente errada. Com isso analisei minha vida e o que eu estava fazendo com ela e comprovei por A mais B que a frase se aplicava a minha vida com algumas exceções.

Percebi que com a frase citada eu conseguiria retirar uma segunda, que estabelece uma indagação. Eu estou vivendo ou existindo?

Se a primeira frase for aplicável quer dizer que eu estou apenas existindo, já que não vivo o presente. Ora fico remoendo-me com a nostálgica lembrança seja ela boa ou não, ora sonhado muito além da realidade futura, com planos mirabolantes e possíveis realizações. Enquanto o hoje eu deixo apenas passar sem preocupar-me com ele. Apenas existo sem viver o presente,sem ver o quanto ele pode me proporcionar, sem me dar conta de que o ontem já passo e o amanhã ainda não venho. Logo eu só tenho o hoje, só tenho o agora, só me resta este instante, agora que eu já lhe expliquei vou parar de escrever e aproveitar de uma outra maneira minha vida. Passar bem

sexta-feira, 20 de junho de 2008

sacola => pacote

Estou com muita vontade de falar palavrão e fazer besteira, falar besteira e fazer palavrão...
Contudo vou me conter e vou ficar apenas na sacola. Sacola não é um xingamento, não é besteira é uma palavra que me dá liberdade de dizer coisas que só eu entendo, só eu sei o que eu quero dizer quando falo sacola, um amigo meu falo que a palavra sacola só não é mais feia que pacote, já que pacote é pior gostaria de expressar toda minha feliz ira, e calma angústia do dia-a-dia atribulado repetindo várias vezes a palavra pacote:

pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote...

tente você também repetir essa palavra,
faz muito bem, já me sinto bem melhor...veja

pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote, pacote...

terça-feira, 17 de junho de 2008

Elefante de cueca saltitante, você tem fé em que?

Já ouvi muita coisa a respeito de muita coisa, mas a crendice popular as vezes me assusta. A fé é uma força que não se pode ser medida ou contada mas ela movimenta muitas de nossas ações nos dias atuais.(Não me leve a mal, nem durma)

A quem coloque sua fé em pirâmides, pedras e papéis.
Outros em elefantes, sapos ou gatos independente da cor preto, branco, amarelo.
Existem ainda aqueles que depositam suas esperanças em gordinhos que ficam sentados de cueca e dizem que viveram a vida fazendo jejum, no mínimo intrigante.
Muitos ainda pedem alguma coisa para santos, e se alcançam o objetivo saem pulando ou pagando promessas, e pensar que as vezes nem a sua entidade o aceita como o tal.

Esse negócio de fé não é fácil, você tem que crer no que crê, acreditar primeiro em você e depois ter fé em alguma coisa, nem que seja no curíntia, no Brasil ou no seu melhor/pior amigo. Alguma coisa tem que mover essa força exercite-a isso fará uma grande diferença no rebaixamento.

quarta-feira, 11 de junho de 2008

Dia dos namorados? Vento, onde?

























sexta-feira, 6 de junho de 2008

Bipolaridade??

- Transtorno Bipolar? Não eu sou perfeitamente estável.
- Você!? Estável!? Se você diz o que aconteceu na semana passada quando você saiu pra ir ao cinema?
- Semana Passada? Nada oras, cheguei lá e...
- E ficou estressado com o vendedor de bilhetes logo na entrada e...
- Mas a culpa não foi minha, nós chegamos cedo e os bilhetes estavam quase esgotados e tinha uma fila enorme... mas foi só aquela vez.
- Só aquela vez!? Vieram reclamar de você, o pessoal lá da sua casa não está te aguentando mais, você pode me dizer porquê?
- Não sei,... nem sabia disso.
- Falaram que as vezes você fica nervoso quando...
- É TUDO MENTIRA!!! Eu não posso falar um "a" que eles já saem falando..
- Calma você está apenas pensando alto, falando com você mesmo, tem como não se estressar??
- Droga, nem eu me aguento as vezes..

segunda-feira, 2 de junho de 2008

Onde está o vento I - II

Depois de uma (tosca)eleição, o texto (menos pior)que ganhou na contagem (patética)de votos foi

Onde está o vento(Prometo que a última vez que posto ele).
(Nem comente também)

Dizem que o vento é o ar em movimento, mas se o ar muda de nome apenas por estar em movimento o que aconteceu comigo se me movimento? Por que meu nome não muda? E por que o ar tem nome se eu não o vejo? Será que o que eu não vejo não exite? Não vejo Deus com meus olhos e Ele também tem nome. E Deus em movimento muda de nome? Ele se chamaria Godofredo? Sera que eu sou Deus em movimento, como eu não mudo de nome quem sabe tenha mudado Ele. Quem sabe Deus é você e não eu, se for me desculpe por tudo de errado que fiz e falei a você. Mas e se não for nem você nem eu? Por que é dificil acreditar no que não vejo? Não vejo seu cérebro será que ele existe mesmo?

Você em movimento pode virar o vento.
Deus em movimento pode ser o ar.
Eu em movimento posso ser Deus.
O ar em movimento pode ser você.
Você sem movimento não é nada.

quarta-feira, 28 de maio de 2008

Mundo da Mamãe

Fico eu as vezes pensando em como seria o mundo de minha mãe, quero dizer como seria o mundo se todos fizessem o que as mães pedissem.

Me lembro que ela falava " lugar de comer é na mesa" e eu teimava em comer no quarto, ou na sala em frente a tv. Paro e penso em quantas guerras dentro e fora do meu lar poderiam ser evitadas..., apesar de que já ouvi muitas notícias de pessoas que morreram engasgadas comendo na mesa, vamos ponderar.

Recordo-me também de quando mamãe alertava-me "leva uma blusa, ...leva o guarda-chuva, ...passo sundown? ...não corre vai cair". Era tiro e queda ela falava, eu não fazia, acontecia. Era chuva em meio ao sol, era frio no verão e eu sempre de bunda chorando caído no chão.

Penso que podia ter um livro das mães na bíblia em meio a tantos outros livros proféticos. Seria interessante nas missas ou orações " a passagem está no livro da mãe capitúlo 2 versículo 3 ...", acredito que metade das profecias de Nostradamus, as que deram certas, foram sopradas pela mãe dele, apostooo.

Contudo desde que comecei a escrever este texto não paro de pensar na mãe do Bin Laden, na mãe do Maicon Jackson, na mãe dos juízes de futebol, na mãe do Bush, na mãe do Ronaldo(gls) fenômeno, na mãe do Padre avoado, na mãe de Deus, na minha mãe e se conhecesse também na sua mãe. E em como seria o nosso mundo se todos as escutássemos???

segunda-feira, 26 de maio de 2008

Visões Diferentes

Num tempo vago conversava com uma parte de mim sobre quem está errado e quem está certo em determinadas situações e cheguei a uma conclusão q extrapola a relatividade de Einstein.

Primeiro de tudo a exceção da regra é: perdeu a paciência ficou nervoso está errado, sem sombra de dúvidas e sem cogitação de alteração de julgamento, se você estourou perdeu a razão perdeu sua chance de estar certo.

Muitas visões podem ser diferentes, porque nós somos diferentes. Cada um vê o mundo de um jeito, você pode assistir o Raul Gil, tv escola, Mtv ou pode ir jogar bola se quiser, cada um faz o que desejar não posso me julgar melhor ou pior do que você. Não posso considerar minha verdade mais certa que a sua, nem você.

Estava afim de falar sobre isso mas está virando meio alto ajuda por isso não quero me prolongar, mas para conversas maiores sobre o tema temos os comentários.

quarta-feira, 21 de maio de 2008

Volto só na semana que vem, obrigado pela compreensão.

segunda-feira, 19 de maio de 2008

Texto menos pior...o0ho0h0oh0o

Venho por meio desta pedir aos (desocupados) leitores desse (projeto de) blog que se manifestem (se tiverem vontade) e me falem qual dos textos de abril é o (menos pior) melhor, ou quem sabe aquele que você conseguiu ler até o final (e não teve vontade de bater no cara que perdeu tempo escrevendo).

Para que os textos não se percam (nesse lixo que é a internet) por favor votem.

Haverá um sorteio entre os participantes e um deles ganhará um ilustre prêmio que não posso revelar ainda. O nome será divulgado na postagem do texto vencedor.

0oh0oh0oh...conto com a sua participação, para contato ligue 0800 41010203..h0o0oh0

sexta-feira, 16 de maio de 2008

F d S

Do que adianta-me um fim de semana...

se não posso eu, fazer o que desejo,

dormir até tarde, ou almoçar fora,
dormir fora ou tarde almoçar,

se não posso eu, ver quem quero,

sair com os amigos, rever família e pessoas que gosto muito.
sair com família, rever amigos, pessoas que gosto muito.

Do que adianta-me um fim de semana?



Tem horas que penso que não sou eu quem vive minha vida. Minha louca vida que é guiada por um relógio, por uma agenda e bolas de compromissos. Sinto saudade do vento, sinto saudade do lago, sinto saudade até do faustão e gugu, quem sabe deles nem tanto. Mas sinto saudade do prazer que o fim de semana me proporcionava de ver que eu poderia fazer o que quisesse e ainda sobraria tempo, pra não fazer nada.
Como era bom comemorar o fim de semana na sexta, e ficar triste quando o domingo acabava. Hoje está tudo igual domingo, terça, sábado ou sexta, infelizmente pra mim já não faz diferença. Mas utópicamente penso que meu futuro será diferente, daqui a pouco tempo sei que não terei o mesmo tanto de compromissos e poderei voltar a fazer o que quero, ver quem quero na hora em que quiser. Enquanto sonhar é de graça, aproveito...

quarta-feira, 14 de maio de 2008

2 Meses

Vou contar uma história para vocês que aconteceu com um amigo meu, preciso relatar isso a vocês é muito importante para mim, digo para ele. Fazem dois meses que ele sofre desse mal. Pensei em mandar corrente pelo e-mail alertando a todos mas não seria levado a sério. Vou chamá-lo de Pedro para melhor identificação.

Pedro era um jovem muito normal, vivia conversando com todos, mas de dois meses para cá algo mexe com ele, me recordo de uma vez em que me contava de uma tal mágica que havia sido feita com ele, um feitiço ou um vício não me recordo ao certo o que era, apenas sei que depois desse primeiro relato Pedro só sabia falar desse tal "negócio". Dizia-me que isso era estranho e já não tinha como se esquivar, dizia que a ação era interna e que descia da cabeça para o estômago e rolava dentro dele até que transparecia em seu rosto, já havia visto-o muitas vezes com um celular na mão e depois disso sempre voltava com aquela cara sorridente como se tivesse experimentado o melhor baseado do mundo na faixa.
O cara ficava louco sem química ou melhor acredito que tinha alguma química sim, pois a gente conversava e quando sentíamos o vento ele falava que o que tinha não era de ver mas de sentir. Besteira eu disse. Você está louco. Está doente, mas aqueles dentes não saiam mais de sua face comentei sobre rugas por sorrir de mais, ele riu disso.

Pedro deixa de ser quadrado, vamos sair festa!! bebe, cai e levanta. Mas não tinha mais graça dizia-me ele, sem duvidar. Nem a dança do quadrado o animava para o crime. Quem souber o que está acontecendo com meu amigo por favor me explique, eu estou preocupado ele não é mais o mesmo, toda a ajuda é válida. Se você puder falar o que é eu suplico me fale também quero viver isso.

Em algum lugar muito, muito gelado

Em algum lugar muito, muito gelado do pólo norte existia um casal esquimó, que dizia que se amava muito, mas que o frio os encomodava.

Esquiman (M): - Oi meu ursinho.
Esquiwoman(W): - Oi meu cubinho de gelo.
M: - Tudo gelo com você?
W: - Aham, e o resfriado melhorou?
M: - O catarro congelo e caiu, foi muito interessante você tinha que ter visto eu estava andando e ...O que foi minha foquinha? Você tá legal, porque essa cara?
W: - É minha menstruação, meu urso...você sabe né?
M: - Ui...não quero nem pensar....
W: - Você ja tomo banho morsinha??
M: - Não..
W: - Como assim não, você disse que iria tomar no próximo verão, já estamos no final do próximo verão e nada...
M: - Mas é que assim minha baleiazinha, quando eu...
W: - Baleia?? Você me chamo de baleia?? Você sabe que é minha roupa,.. é porque é frio
M: - Não foi isso que eu quis dizer...
W: - Nunca é isso, sai daqui...eu preciso pensar.
M: - Está bem vou sair com meus amigos então.
W: - É assim então você não gosta mais de mim...já quer me trocar por eles não é..buááá buááá

Acho que já ouvi essa história em algum outro lugar, bem mais perto daqui ou bem mais longe.

terça-feira, 13 de maio de 2008

Quanto de fogo é preciso?
































Frio no meu joelho

Sinto frio no meu joelho toda vez que estou sentado, parado, inerte. Não estou com frio no meu corpo todo apenas no joelho. Vejo pessoas que tremem seus queixos, quanto a mim apenas o joelho de gélido.
Já parei para pensar no frio que existe no mundo e em como os animais sentem frio, mas meu frio não passa, meu frio não muda. Não esquento. Talvez devesse eu por uma calça, mas eu já estou de calça, talvez por outra, mas quem me garante que isso vai mudar, meu mundo não vai mudar, minha vida não vai mudar. Você não vai ficar mais feliz porque eu cobri o meu joelho, você vai continuar no seu mundinho e eu no meu, cada um com seu frio específico.
Poderia eu tentar resolver o frio do meu coração ou a angústia que teima em pairar sobre mim como uma névoa fria, mas eu me esquivo do verdadeiro problema, e busco resolver o que parece simples, igual a tv sempre me ensinou, resolva o que é mais fácil e deixe o difícil para depois, hakuna matata eles dizem, hakuna matata eu digo, mas isso não muda o frio do meu joelho nem resolve os seus nem os meus problemas. Talvez esteja na hora de eu rever meus conceitos, mas antes vou esquentar meus joelhos ou quem sabe cortá-los fora, não sei ainda.

VIVA FELIZ ;) (babaquiçe). Ps. Se escrevo diferente a culpa é do meu joelho não estranhe.

sexta-feira, 9 de maio de 2008

O começo é o começo...

No começo tudo é fácil, no começo tudo é simples. No começo tudo é apenas o começo.
Ou não no começo tudo é difícli, tudo é complicado. Mas no começo tudo é apenas o começo.

Lembro-me dos meu primeiros tombos de bicicleta ao contrário de todas as histórias felizes não foi nem meu pai, muito menos minha mãe que me ensinou a andar de bicicleta, mas não quero falar de minha família, agora, mas dos tombos. A gente sempre cai no começo e isso é complicado, é difícil, mas é apenas o começo.

Contudo eu me lembro do dia em que comecei a correr, eu corria e não pensava em nada, minha mente arejava e meus problemas ficavam para trás, e quanto mais eu corria mais eu queria correr, o mundo parecia parar e apenas eu me mover. A gente sempre sente uma nova disposição no começo e isso é simples, é fácil, mas é apenas o começo.

No começo tudo é novo, no novo tudo é diferente. No princípio é você quem decide o rumo das coisas é você quem vai rir ou chorar com o tombo, é você quem vai morrer de alegria ou sem ar na metade da primeira volta correndo. Por isso que eu afirmo, no começo depende de você. Você é quem vai dizer que as coisas parecem fáceis ou difíceis, simples ou complicadas, porque entre nós no começo tudo é apenas o começo.

terça-feira, 6 de maio de 2008

Minha menina cor-de-rosa

Para minha menina cor-de-rosa, palavras não apenas dela, mas nossas, palavras que eu não me canso de ler e reler e reler....

Hoje eu só quero que você saiba que eu me descubro ainda mais feliz a cada pedaço seu e de tudo o que é seu.

Que às vezes você é tão bobo, e me faz sentir tão boba, que eu tenho pena de como o mundo era bobo antes da gente se conhecer.

Eu descobri que tentar não ser ingênua é a minha maior ingenuidade, eu descobri que ser inteira não me dá medo porque ser inteira já é ser muito corajosa, eu descobri que vale a pena ficar três horas te olhando sentada num sofá mesmo que o dia esteja explodindo lá fora.

Eu preciso disfarçar que não paro mais de rir, mas aí olho pra você e você também está rindo. Se isso não for o motivo para a gente nascer, já não entendo mais nada desse mundo.

Eu, que sempre quis desfilar com a minha alegria para provar ao mundo que eu era feliz, só quero me esconder de tudo ao seu lado.

Eu limpei minhas mensagens, eu deletei meus emails, eu matei meus recados, eu estrangulei minhas esperas, eu arregacei as minhas mangas e deixei morrer quem estava embaixo delas. Eu risquei de vez as opções do meu caderninho.

Você espremeu a água escura do meu coração e ele se inchou de ar limpo, como uma esponja. Uma esponja rosa porque você me transformou numa menina cor-de-rosa.

Você me transformou no eufemismo de mim mesma, me fez sentir a menina com uma flor daquele poema, suavizou meu soco, amoleceu minha marcha e transformou minha dureza em dança. Você quebrou minhas pernas, me fez comprar um vestido cheio de rendas e babados, tirou as pedras da minha mão.

Você diz que me quer com todas as minhas vírgulas, eu te quero como meu ponto final.

P.S. Eu te amo0oh0oh0oh0ho0ho

segunda-feira, 5 de maio de 2008

Sem Chefe

Volto de um feriado prolongado - graças a Alá-, preocupado com os afazeres diários que me esperam na labuta, mas qual minha indignação ao ver que não tenho,
a me esperar, um chefe pronto a reclamar por causa do meu atraso rotineiro.

Penso que o motivo de todo trabalhador exercer sua profissão não deveria ser o chefe, mas sim o amor pelo trampo. Confesso pra vocês que estou sem o mínimo saco pra trabalhar com chefe ou sem chefe, mas com a ausência do mesmo essa probabilidade aumenta exponencialmente. Quem sabe seja este o sentido da vida, esperar pelo dia em que o chefe não vem. Não é fácil de acontecer e você sabe, não é?

Mas quem sabe eu esteja sentindo falta do meu carrasco diário, cheguei atrasado a tarde e não ouvi nenhum "boa noite", ou "chegou cedo pra trabalhar a noite". Sinto falta de ser chamado de incompetente do jeito que só a pedra do meu sapato sabe me chamar, mesmo quando estou certo - quer dizer disso não sinto muita falta -.

Pessoal acho que eu vou pra casa durmir tinha mais coisas para falar, mas deixa pra lá, já que não tem chefe pra eu ter que escrever correndo nem nada nem vou mais escrever, bom trabalho a todos, bom jogo, boa vida e até mais ver, se meu chefe voltar se não vou pegar férias, abraçosss.

quarta-feira, 30 de abril de 2008

Onde está o padre?

Bom filme sempre tem continuação, quando a música faz sucesso ela sempre é regravada e texto bom idem.
Depois do sucesso do texto Onde está o vento?, temos um novo bestsellers (ou sei la como chama): Onde está o padre?
Desculpe-me a Igreja Católica Apostólica Romana, mas tenho que lhes dizer: - Que papelão foi esse? Ou melhor que bexiga foi essa? Penso que deve estar sobrando padres na Igreja, para um cabeça de vento fazer uma coisa dessas. Sempre digo isso para meus filhos: - Crianças até burrice tem limite!! Mas o padre voador superou todas as expectativas, minhas e de todos os que gostam de criticar a Igreja Católica com certeza. Como que alguém que é responsável por pastorear um povo tem um discernimento de voar de balões coloridos, no litoral e ele nem tinha curso de balonismo - que anta. Não quero que isso atrapalhe a leitura de vocês ou que isso cause transtornos futuramente sou católico graças a Alá e não estou nem ai pra quem desejar pagar uma da cara do padre Wally. O mais interessante é que eu vi algumas fotos de onde o padre pardal poderia estar, e são opções muito boas sabe. E andei pensando que se a Igreja o encontrar poderia sumir com ele pra causar menos danos a ela própria.
É frase feita mas a gente morre e não vê tudo.

segunda-feira, 28 de abril de 2008

SoNo....ZzzZZzzzZz

Ai, ai, ai... Estava pensando em dormir, mas estou meio sem sono então resolvi escrever mais alguma coisa nesse diário em que todos leêm e partilham a vida, a morte e suas experiências. Infantilidade e futilidade a parte vamos ao texto.

Vi na tv dia desses que eu deveria dormir 8 horas por dia, e que se não dormisse acarretaria em muitos problemas para minha saúde, tanto no presente como no futuro. No presente disseram que poderia ocorrer: cansaço e sonolência durante o dia, irritabilidade, alterações repentinas de humor, perda da memória de fatos recentes, comprometimento da criatividade, redução da capacidade de planejar e executar, lentidão do raciocínio, desatenção e dificuldade de concentração. É tudo lorota, tudo intriga da oposição. Confesso que as vezes pesco durante as aulas porque não consigo prestar a atenção nem me concentrar, porém ocorre apenas quando não consigo pensar, nem fazer as atividades que deveria fazer, isso muda o meu humor, com certeza muda!! Eu só não lembro o que acontece depois de tudo, mas não convém agora.

Não sei pra que inventar teorias!!!! A longo prazo eles dizem que ocorre: falta de vigor físico, envelhecimento precoce, diminuição do tônus muscular, comprometimento do sistema imunológico, tendência a desenvolver obesidade, diabetes, doenças cardiovasculares e gastro-intestinais e perda crônica da memória. Só vou poder confirmar esses estudos no futuro, então vou aproveitar a noite pra não durmi, e o dia pra ficar acordado...ZzzZzZz... e eu já nem lembro do que eu tava falando,..ZZzzZzZZ... vou dar um beijo na parede do teto...ZzZzZZZzz.. só sei que estou sentindo uma diferença no meu humor,..ZzzZZzzZ.. cade minha árvore que andava comigo??ZzZZz...já sei vou pra minha cama tirar um cochilo e depois eu ...ZzzZzzZZzzZZzz.... fico acordado o resto da vida..ZZzZZZZzz

quarta-feira, 23 de abril de 2008

FERERANTEEE !!!!!!!!!!!!

Outro dia enquanto fazia minha caminhada rotineira pelo mercado na seção da bebidas algo chamou me a atenção, tinha um refrigerante, cujo nome na hora me apareceu engraçado mas o que me fez rir mesmo foi o preço..rsrs...Havia a água de uma lado e "ele" do outro e pasmem o refrigerante era mais barato que a água!!! Como assim??!! O composto básico do refresco é a água. O gás faz diferença?Deve fazer, mas tenho certeza que não deve ser tamanha essa desigualdade a ponto de deixar o gasoso mais em conta que a água. Achei um absurdo e ainda não entendo como, contudo através de mais esse atrativo o refrigerante é vendido em maior escalar que todas as outra bebidas não alcólicas, tinha uma criança que gritava desenfreadamente: - MÃE QUERO FERERANTE,..FERERANTE MÃE..., NÃO, ESSE FERERANTEEEE!!!!!!!!!
Nessa hora eu me pergunto: - E se minha mãe tivesse uma fábrica de polpa de frutas o que eu faria??

terça-feira, 22 de abril de 2008

Onde está o vento

Dizem que o vento é o ar em movimento, mas se o ar muda de nome apenas por estar em movimento o que aconteceu comigo se me movimento? Por que meu nome não muda? E por que o ar tem nome se eu não o vejo? Será que o que eu não vejo não exite? Não vejo Deus com meus olhos e Ele também tem nome. E Deus em movimento muda de nome? Ele se chamaria Godofredo? Sera que eu sou Deus em movimento, como eu não mudo de nome quem sabe tenha mudado Ele. Quem sabe Deus é você e não eu, se for me desculpe por tudo de errado que fiz e falei a você. Mas e se não for nem você nem eu? Por que é dificil acreditar no que não vejo? Não vejo seu cérebro será que ele existe mesmo?

Você em movimento pode virar o vento.
Deus em movimento pode ser o ar.
Eu em movimento posso ser Deus.
O ar em movimento pode ser você
Você sem movimento não é nada